Bolsa Família 2017

Muitas pessoas estão realmente preocupadas com o futuro dos Programas Sociais no Brasil. É que os desarranjos políticos e econômicos dos últimos anos deixaram o País em um estado de total descrença. Além do impacto da economia mundial, o Brasil sofre ainda os efeitos devastadores da corrupção que está corroendo o sistema administrativo. Um dos programas que causa maior insegurança na população é dúvida na continuidade do Bolsa Família para os anos seguintes.

Contudo, para as pessoas inseguras quanto ao futuro deste benefício, o governo tem divulgado notas sobre mudanças de regras do programa para o ano de 2017.

O programa Bolsa Família será cancelado?

O momento de definição sobre o Bolsa Família aconteceu apenas no final de 2016, até o final do ano não se sabia o que iria acontecer no ano seguinte, já que o programa dependia de uma série de fatores, como a economia do país e o momento político que o Brasil enfrenta. Com isso, até os dias hoje, ainda não temos a certeza absoluta sobre a continuidade do Bolsa Família para os próximos anos.

Se o calendário for mantido como estava no Orçamento da União, no começo de 2016, o Bolsa Família deve se manter os mesmos valores praticados em 2016, sem nenhum tipo de reajuste ou aumento. Lembrando ainda que nada impede que o Governo corte esse benefício, se assim achar necessário, para equilibrar o déficit público, como o Ministro Henrique Meireles vem dizendo nos últimos dias.

Calendário Bolsa Família 2017

Esta é uma das publicações mais aguardadas pelos beneficiários do programa. O calendário Bolsa Família 2017 divulga as datas dos pagamentos do benefício social para as famílias inscritas. Este documento, atualizado todos os anos, é o resultado da parceria entre a Caixa Econômica Federal e o Ministério do Desenvolvimento Social. Confira abaixo as datas de pagamento do Bolsa Família aos inscritos no programa:

Calendário Bolsa Família 2017

Saiba quem tem direito ao Bolsa Família 2017

Para conseguir acesso ao Bolsa Família 2017 é necessário que a família comprove situação de extrema pobreza. As famílias que recebem uma média de renda mensal que não ultrapasse o valor de R$170,00 têm direito aos benefícios do Bolsa Família. Caso a renda mensal da família ainda seja inferior a R$85,00 por pessoa, a família poderá receber um auxílio extra para a superação dos níveis extremos de pobreza.

A família deve comprovar oficialmente que as crianças menores estão matriculadas e atendendo uma instituição de ensino e são portadores de carteira de vacinação, com as devidas inoculações em dia. Estes dois requisitos são imprescindíveis para a continuidade do pagamento do benefício. Estes documentos devem ser apresentados todos os anos para a renovação. Caso não satisfaça estas exigências, os benefícios cessarão.

Valor do Bolsa Família 2017

O benefício do Bolsa Família é uma parte integrante do programa social do Governo que visa diminuir os índices de extrema pobreza do País. Na contramão dos outros benefícios sociais, o valor do benefício do Bolsa Família é determinado por condições específicas das famílias inscritas. Os valores são compostos de acordo com variáveis:

  • O primeiro valor pago é o rendimento de R$85,00 para famílias com renda mensal inferior a R$85,00 por pessoa. Esse benefício ajuda as famílias que se encontram em situação de pobreza extrema.
  • Outra variável no valor do benefício é o número de filhos de 0 a 15 matriculados na escola – a cada filho cadastrado, a família recebe um auxílio de R$39,00, sendo possível cadastrar no programa até 5 filhos ou dependentes.
  • Além disso, as famílias recebem mais R$46,00 por cada adolescente entre 16 e 17 que esteja em dia com os estudos. Nesse caso, é permitido cadastrar até 2 jovens no programa para receber o auxílio.